SEMINARIO DE DANÇA - MÚSICA E TEATRO CIA DE DANÇA M-CEL

SEMINARIO DE DANÇA - MÚSICA E TEATRO CIA DE DANÇA M-CEL
DE 23 A 25 DE NOVEMBRO DE 2012

sábado, 19 de novembro de 2011

*SAÍDA - CAFÉ DA DANÇA

Hoje o nosso Lider Alexandre (Xandy) foi comemorar seu aniversario adorando ao Senhor no Café com Dança, organizado pelo nosso amigo e irmão Fabricio no Ministerio Internacional do Avivamento. Foi um mover maravilhoso neste dia, onde que encontramos nossos amigos da Cia. Presença Profética, onde a Thaty Nogueira ministrou a palavra e junto com seus discipulos ministram duas belas danças ( Quem ora não erra e Te amar ) . O Tema do Café com Dança foi: A Dança que move o céu!
Thaty, Viny e Fabiene foi otimo encontrar com vcs e conhecer tambem o Miguel ( filho da Thaty). Fabricio que o Senhor te honre cada vez mais e mais meu amigo, foi uma honra te conhecer.

terça-feira, 31 de maio de 2011

sábado, 21 de maio de 2011

Cancelado o 1º Festival de Dança de Rua.

AMIGOS,
Por Motivo de força maior, estamos Cancelando o nosso 1º Festival de Dança de Rua que aconteceria no dia 04 de Junho. E entendemos que é um motivo muito especial. Nossa Igreja esta em Obra... sim para quem conhece a nossa Igreja vai nos entender. Já começaram a colocar o piso e o forro, e por se tratar de lhe receber aqui com mais conforto, estaremos divulgando brevemente a nova data do Festival. Desde já queremos agradecer a todos que se inscreveram para o Festival!
Atenciosamente, Xandy Líder da Cia.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Workshop de Dança de Rua

E ai galera tudo beleza??


Bom a Cia de Dança M-Cel estara dsenvolvendo apartir de hoje dia 02 de Maio um maravilhoso Worksop de Dança de Rua, na Igreja O Brasil para Cristo em Xerém.


Teremos sempre a presença de um Profissional de Dança ministrando as aulas.


O bacana destes workshop é que ele é aberto a todos que curtem e gostam do gênero, ou seja independente de você ser ou não de uma Igreja Evangélica, mas queira esta conosco sinta-se avontade.


Só pedimos que os trages sejam decentes para que tenhamos alguns transtornos.


Bom estes Workshop tem um custo de R$ 1,00 por cada aula.


E ai galera podemos contar com sua presença?


Começa hoje dia 02 de Maio e não temos data para o Encerramento ok


Mas desde já queremos te Convidar para o 1º FESTIVAL DE DANÇA DE RUA que aconteverá em nossa Igreja dia 04 de Junho.


Um grande abraço


Xandy


Líder da Cia de Dança M-CEL


Tel. de Contato 2679-1445 / 95374393


quinta-feira, 28 de abril de 2011

Dia Internacional da Dança | 29 de Abril


O Dia Internacional da Dança é celebrado no dia de 29 de Abril, neste dia também é comemorado do dia do nascimento de Jean Georges Noverre (* 1727 + 1810), o precursor e criador do ballet moderno. A comemoração foi introduzida em 1982 pelo Comitê Internacional da Dança da UNESCO com o objectivo de despertar a atenção do publico em geral para a importancia da dança, e incentivar governos a fornecerem um espaço proprio para dança em todo o sistema de educação desde o ensino infantil até o ensino superior.


Através da dança a criança e o adolescente aprende a se expressar com o corpo, fazendo com que se sinta mais a vontade em expressar suas emoções e sentimentos no seu dia-a-dia; ou seja a dança favorece a criança no aspecto de fazer com que ela adquira uma habilidade maior para se expressar quer seja pela dança, quer seja através de outros meios.

E para nos da Cia de Dança M-CEL é um prazer poder homenagear alguns dentre tantos Ministérios, Cia´s e Grupos de Dança espalhados pelo nosso Brasil.

Que Deus possa a cada dia nos abençoar, nos unir e nos dar forças para fazermos a cada dia o melhor diante do comprometimento e responsabilidade com a verdade. A cada Lider, Liderado, Bailarino, Dançarino, Profetas da dança independente se você é profissional ou amador... mas acima de tudo a Todos os Adoradores do Senhor com Artes nossos sinceros Parabens pelo nosso Dia.

DIA 29 DE ABRIL * DIA INTERNACIONAL DA DANÇA

Obs.: Não colocamos a slogan de todos os ministerios, mas temos certeza que você faz parte desta Festa.




































Nosso Blog de cara Nova.


Olá amigos e blogueiros de plantão

Estamos fazendo algumas mudanças e reformulações em nosso Blog,

Tudo isto para oferecer o melhor, a você que nos acompanha ou visita sempre o nosso espaço.

Tudo isto com mais informações e conteudos que levará seu Ministério, Grupo ou Equipe de Dança ou Teatro as Novidades do Mundo da Dança.


Esperamos que possamos somar junto ao seu trabalho!


Aguardem novidades de Seminarios, Workshop de Dança, Maquiagem e Teatro, Festivais e muito mais.

Caso você tenha alguma sugestão ou dica para enriquecer mais nosso espaço fale conosco ok.


Atenciosamente,

Xandy

Líder da Cia de Dança M-CEL






segunda-feira, 25 de abril de 2011

CRISTO A NOSSA PÁSCOA


Na noite deste Domingo, dia 24 de Abril nso reunimos para celebrar o a Pascoa em nossa Igreja Sede. Tinhamos separado para este dia um Musical, mas as coisas foram tomando outros caminhos e houve varias mudanças para a realização deste trabalho. Mas nada que tirase a nossa participação. Deus moveu de forma tremenda neste lugar. O Diácono Fabio, responsavél pelo trabalho de Pascoa, trouxe a Verdadeira Pascoa conforme é mencionada na Biblia desde Geneses 12 á Exodo 12.
Foi uma celebração de alegria e unção de Deus diante dos louvores entoado pelo Ministerio de Louvor

O nosso Ministerio fez uma ministração em que falava do sacrificio de Cristo por cada um de nós na cruz do calvario, mas ao terceiro dia Ele ressuscitou


CONFIRA COMO FOI A CELEBRAÇÃO DA PÁSCOA!



A PRIMEIRA PÁSCOA



Segundo as orientações de Deus a Moisés, a festa da Páscoa deveria obedecer rigidamente a alguns preceitos:





  1. No dia 10 daquele mês (Nisã), que ficou estabelecido como o primeiro do ano, cada família deveria separar para si um cordeiro. Se a família fosse pequena para um cordeiro, convidaria outra família para cearem juntos – Ex. 12:3-4




  2. cordeiro ou cabrito deveria ser escolhido cuidadosamente e apresentar as seguintes características: macho, sem defeitos e de aproximadamente um ano – Ex. 12:5.



  3. No dia 14 de Nisã (ou Abibe), o cordeiro seria morto ao entardecer – Ex. 12:6.




  4. O sangue do cordeiro deveria ser recolhido numa bacia, e passado nos batentes da porta com um molho de hissopo – Ex. 12:7, 22-23.



  5. Enquanto isso, o cordeiro ou cabrito seria assado inteiro, nenhuma parte poderia ser cozida ou deixada crua – Ex. 12:8-9.



  6. À noite, a família reunida comeria o cordeiro assado, acompanhado de ervas amargas e pães ser fermento. Caso sobrasse alguma coisa, deveria ser queimado no fogo antes do amanhecer – Ex.12:8-10.





  7. As famílias deveriam permanecer dentro de suas casas e comerem “apressadamente”, todos prontos e vestidos para a viagem que seria em seguida – Ex 12:11,22.



  8. No dia seguinte (15 de Nisã), teria início a Festa dos Pães Asmos, uma outra celebração que se seguia à Páscoa. Durante 7 dias, todo Israel deveria, não só se abster de qualquer alimento fermentado, como retirar do arraial todo fermento. O primeiro e o último dia (dias 15 e 21) seriam celebrados como o Shabat, dia de descanso e dedicação ao Senhor – Ex. 12:15-17.




  1. A Páscoa e a Semana dos Pães Asmos deveriam ser comemorados todos os anos, nesta mesma data, como um memorial do grande livramento do Senhor aos primogênitos de Israel no Egito – Ex. 12:14,24-27.


    O CERIMONIAL


NO TEMPLO


Encontramos na Bíblia várias referências do povo de Israel comemorando a Páscoa em diversas ocasiões depois que saíram do Egito: no Sinai (Nm 9:1-12), chegando na Terra Prometida (Js 5:10-11) e em Jerusalém (2Re 23:21-23, 2 Cr 30:1-3). Entretanto,






  1. esta festa só passou a ser de fato celebrada anualmente com seriedade depois do cativeiro babilônico e a reconstrução do templo destruído por Nabucodonozor.


    Com o passar do tempo, o cerimonial da Páscoa foi se tornando mais elaborado e agregando outros elementos e exigências à ceia. Observe o quadro abaixo:


    Documentos históricos descrevem como os judeus comemoravam esta festa no Templo de Jerusalém:


No dia 14 de Nisã, pela manhã, todo alimento fermentado era eliminado e os sacerdotes do Templo preparavam-se para a Pessach (Páscoa). Tudo precisava ficar pronto a tempo, pois todo trabalho secular encerrava-se ao meio dia e os sacríficios tinham início às quinze horas. Segundo o Talmude, quando o dia 14 de Nisã coincidia num sábado, todos os preparativos para a Ceia deveriam ser feitos no dia anterior.
Nesse momento, os chefes de família iam ao Templo com o cordeiro ou cabrito para ser imolado. As pessoas se colocavam em fila e um abatedor (shochet) efetuava o abate do animal segundo as leis judaicas.


O sangue era recolhido pelos sacerdotes em recipientes especiais de prata ou ouro, que passavam de um para outro até o sacerdote próximo ao altar, que derramava o sangue na base do altar. O recipiente vazio depois retornava para novo uso.


Em seguida, o animal era pendurado e esfolado. Uma vez aberto, tinha suas entranhas limpas de todo e qualquer excremento. A gordura das entranhas, o lóbulo do fígado, os dois rins, a cauda e a costela eram retirados, colocados em um recipiente, salgados e queimados sobre o altar.


Como não havia lugar suficiente no pátio dos israelitas para acolher todo mundo, esse ritual era realizado em grupos, cada um com aproximadamente 30 homens. O primeiro grupo entrava e, quando o átrio estivesse cheio, os portões eram fechados. Os sacerdotes tocavam três toques no shofar e os levitas entoavam o Hallel (Salmos 113 a 118) em louvor a adoração a Deus. Os cânticos e os toques do shofar eram repetidos (se necessário) até que todos houvessem sacrificado seus animais.


Após as partes da oferenda serem queimadas, os portões eram abertos, o primeiro grupo saia, e entrava o segundo e de igual maneira iniciava-se novamente o processo. E assim sucessivamente. De tempos em tempos, no intervalo entre um grupo e outro, lavava-se o pátio da sujeira que, claro, ali se acumulara.
Depois cada um voltava para casa, levando o animal para ser assado.


A PÁSCOA EM FAMÍLIA


Enquanto o homem, responsável pela família, ia ao templo levar o cordeiro para ser oferecido no altar, em casa, sua mulher terminava os últimos preparativos para o início da festa.


Um dia antes, muitos seguem a tradição de distribuir dez pedaços de pão fermentado ao longo da casa. A procura por estes alimentos fermentados é feita com uma vela, prestando atenção especial nas ranhuras e lugares onde normalmente se encontra. O chefe da família recolhe este pão em uma bolsa pequena especial e varre as migalhas usando uma pena. Após a procura, o chefe de família pronuncia a seguinte declaração: “Qualquer fermento ou levedura que estão em minha posse e que não vi, nem joguei fora, podem ser considerados como nulos e sem dono como o pó da terra”. No dia seguinte, as migalhas são queimadas junto com a bolsa e a pena. Todos os utensílios utilizados para fazer pães e bolos são lavados, escondidos ou purificados no fogo. Todo fermento que não pode ser desperdiçado é vendido a uma pessoa não judia, e readquirido após a festa Pessach.


Algumas famílias fazem desta ocasião uma divertida brincadeira para as crianças, que têm de encontrar os pães e alimentos fermentados carinhosamente “escondidos” pela casa. Quando o último alimento fermentado é encontrado e retirado, faz-se uma grande festa!


Às 18h têm-se início à festa propriamente dita, com todos vestidos de branco em volta da mesa. O primeiro rito do Pessach é o acender das velas. Neste jantar festivo, o vinho é obrigatório: se alguém não tinha condições de adquiri-lo, o Templo lhe cedia o suficiente para encher as quatro taças do cerimonial. Durante a refeição, são cantados pela família os Salmos do Hallel, entrecortados de bênçãos dadas pelo pai de família ou por aquele que faz as vezes dele, sobre as taças de vinho. Os filhos, simulando surpresa, diante deste jantar, fazem perguntas: “Porque esta noite é diferente das outras noites?” “Todas as outras noites comemos pão com ou sem fermento e esta noite só comemos Matzah (pão sem fermento)?” “Todas as outras noites comemos todos tipos de ervas, por que está noite comemos ervas amargas?” “Todas as outras noite nós não molhamos nossas ervas na água salgada, por que esta noite nós molhamos as ervas com água salgada 2 vezes? Nas outras noites comemos sentado ou reclinado porque está só comemos reclinado?” Então o pai explica o sentido dos diferentes ritos e descreve sobretudo as intervenções de Deus em favor do seu povo.


Após a ceia, muitos iam para as ruas festejar, enquanto outros iam para o Templo, que abria suas portas à meia-noite. Com a destruição do Segundo Templo, a celebração da Páscoa passou a ser uma noite de lembranças, feita essencialmente em família, sem o sacríficio pascal.


Veja um resumo geral da sequência a ser seguida na ceia de Páscoa, ou Sêder de Pessach, nos dias de hoje:


1. Recitação do Kidush (leitura de Gênesis 2:1-3 e uma oração feita pelos sábios especialmente para este momento, com declarações específicas de bênção sobre Israel, lembrança do êxodo do Egito, palavras em aramaico e a bênção do vinho) e a ingestão do primeiro copo de vinho.


2. Lavagem de mãos. Mergulha-se o salsão, batata, ou outro vegetal, em água salgada. Recita-se a benção e o salsão é comido em lembrança às lágrimas do sofrimento do povo de Israel.


3. A matzá (pão ázimo) é partida ao meio. O pedaço maior é embrulhado e deixado de lado para o final da cerimônia.


4. Conta-se a história do êxodo do Egito e sobre a instituição de Pessach. Inclui a recitação das “Quatro perguntas” e bebe-se o segundo copo de vinho.


5. Segunda lavagem de mãos. O chefe da casa ergue os pães asmos e os abençoa. Eles são então partidos e distribuídos.


6. São comidas as raízes fortes relembrando a escravidão e o sofrimento dos judeus no Egito.


7. É realizada a refeição festiva e é comida a matzá que havia sido guardada.


8. É recitada uma benção após as refeições e bebe-se o terceiro copo de vinho.


9. Hallel – Salmos e cânticos são recitados. Bebe-se o quarto copo de vinho.


10. Alguns cânticos são entoados e têm-se o costume de finalizar o jantar com os votos de LeShaná HaBa’á B’Yerushalaim – “Ano que vem em Jerusalém” como afirmação de confiança na redenção final do povo judeu.



Além da lembrança da aliança de Deus com Israel, a Páscoa, desde que foi instituída, trazia em si o símbolo profético do Cordeiro de Deus que seria morto para nos livrar da morte. Assim como um cordeiro foi sacrificado no dia da páscoa para a libertação dos judeus do Egito, Cristo foi sacrificado para a libertação dos nossos pecados: “…Ele salvará o seu povo dos pecados deles” (Mt.1:21); “…pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados” (Ap.1:5); “…Cristo, nosso cordeiro pascal, foi imolado” (I Co.5:7). Cristo se fez oferta de uma vez pelo pecado. Aleluia!













quarta-feira, 20 de abril de 2011


O PODER DO SANGUE

Uma experiencia linda que tivemos neste Domingo!


Postarei aqui tudo que aconteceu.

1º FESTIVAL DE DANÇA DE RUA




QUEREMOS CONVIDAR A TODOS OS AMIGOS PARA MAIS UMA REALIZAÇÃO


CIA DE DANÇA M-CEL


DIA 04 DE JUNHO


NA IGREJA O BRASIL PARA CRISTO EM XERÉM


1º FESTIVAL DE DANÇA DE RUA


*BREAKING


*LOCKING


*POPPING


*HIP HOP DANCE


E


*HOUSE DANCE


COM A PARTICIPAÇÃO DE VARIOS GRUPOS E MINISTERIOS DO RJ


MAIORES INFORMAÇÕES




twitter


@xandyart


@ciadedancamcel

quinta-feira, 14 de abril de 2011

PEÇA TEATRAL * UMA REUNIÃO NO INFERNO -SAIBA COMO FOI!

UMA REUNIÃO NO INFERNO


Foi exatamente assim que Deus me deu uma encenação teatral falando sobre a posição que o inimigo tem tomado diante de diversas situações do dis a dia.

E com uma ousadia realizamos a primeira ministração neste domingo dia 10 de Abril, em nossa igreja - Sede em Xerém.

Deus traçou um plano, um missão a sua noiva (Igreja), a ela Ele depositou seus sonhos e concretização desses sonhos. Mas a Igreja (eu e você) aceitamos o comprometimento mas não agimos como responsaveis por aquilo que Deus nos confiou.

O inimigo por sua vez sempre tem seus planos... uma carta na manga e sem percebermos nos como igreja só estamos preocupados com cargos, posições, estatus, bens materiais e quando damos por nós... cade, cade aquelas vidas que Deus nos entregou para cuidar?

eu sei onde elas estão, o inimigo sabe exatamente aonde elas estão: NO MUNDO!

Foi atravéz destes detalhes que na noite deste domingo o céu se abriu aqui na Igreja O Brasil para Cristo em Xerém, a presença de Deus neste lugar era forte, a ação do inimigo sentida e percebida por todos. Um agir de Deus estava por começar, quebrantamento, responsabilidade pessoal, sentimentos de que precisamos sair do comodismo e fazer alguma coisa, sim Deus tratou com sua Noiva sua Igreja fortemente lhe perguntando qual é a sua identidade. Amigos atravéz desta encenação vidas aceitarama Jesus.

E eu quero aqui compartilhar com vocês esta maravilha que foi fazer este trabalho mais uma vez com varios jovens abençoados e cheios de amor pela obra de Deus.


Estarei publicando aqui algumas fotos tiradas neste trabalho ok.

Deus te abençoe,

atenciosamente,

Xandy

Lider da Cia de Dança M-CEL

terça-feira, 5 de abril de 2011

NOSSOS TRABALHOS... NOSSA ARTE!!!!








I Seminário de Homens – Valentes de Davi




No dia 26/03/2011, nós, Myller Araújo, Líder da Impactus Cia de Artes, de Governador Valadares/MG, e Álvaro Leal, Líder da Cia Kerigma, de Vitória/ES, estivemos em Duque de Caxias/RJ, para ministrarmos no I Seminário para Homens que Dançam – VALENTES DE DAVI – Nosso querido irmão e amigo Alexandre Líder da Cia M-CEL foi quem organizou todo o evento, que por sinal foi muito bem planejado e executado. Foram momentos em que mais uma vez pudemos perceber o cuidado de Deus conosco, principalmente com os homens que trabalham no campo da arte, que freqüentemente tem a difícil tarefa de agradar a gregos e troianos.


Naquele tempo algo que nos impressionou ao ministrar as oficinas foi à garra e a obediência que sentimos de cada homem presente naquele ambiente, e o poder que emanava das movimentações aprendidas.


Não queremos aqui de forma alguma dizer que quando os homens dançam acontece algo mais especial do que quando uma mulher, mas é fato que um homem quando dança com um coração reto e puro diante de Deus a autoridade e a unção são multiplicados dentro dele e isso exala para o publico, a coisa é profunda e surpreendente. Imagina vários homens dançando juntos…


Outro desafio foi tocar em assuntos no que diz respeito à homossexualidade dentro da arte, outro fato preocupante no meio cristão, e mais uma vez Deus nos surpreendeu. Em alguns congressos que participamos, esse assunto sempre foi massacrante e extremamente criticado, porém nunca entendido ou estudado com amor, confesso que gostaríamos de ter tido mais tempo na ocasião para abranger outros assuntos, porém algo que me tocou foi ouvir praticamente todos os líderes que ali estavam que perderam homens em seus ministérios, pois muitos viraram motivo de chacota até mesmo pelo seus próprios pastores


Outra coisa muito discutida foi à falta de continuidade no trabalho ministerial. Muitos homens que começaram desistiram no meio do caminho devido a criticas e medo de rejeição. Foi por ai que foi desenvolvida a pregação da noite, O CARATER VALENTE, usando a História de Davi e Golias como plano de fundo, trabalhamos com os homens no desenvolvimento de um caráter firme e em constante crescimento sendo sempre guiados por Deus, dependendo dele assim como Davi ao dizer a Saul que havia matado um leão e um urso, porém dando graças a Deus pela sua provisão e força, ou em lutar com as armas certas, armas que DEUS irá te dar, a exemplo de quando Saul veste Davi com sua armadura e Davi rejeita aquilo se armando apenas com as pedras e atiradeira, pois aquela arma ele sabia manejar, ou até mesmo quando Davi vai ao encontro de Golias, se antecipando ao inimigo e a difulculdade, não ficando inerte ao perigo e sem agindo como homem valente ou quando finalmente ele o mata com a pedrada, mas mesmo assim se aproxima pega a espada e corta a cabeça do gigante demonstrando não descansar até que se cumpra o q Deus quer fazer. Foi uma ministração tremenda aos nossos corações e temos certeza que em todos que ali foram lançadas sementes de confiança e fé.


Desenvolvimento


Dentro deste seminário, trabalhos com a seguinte programação:


MANHÃ 9:00 – Palestra Técnica masculina – Myller Araújo 9:30 -Aquecimento e Alongamento – Álvaro Leal 10:30 as 12:00 – Oficinas – Ballet (Myller Araújo) Afro (Álvaro Leal) 12:00 – Almoço


TARDE 13:00 ás 14:00 – Palestra com mesa redonda – Álvaro e Myller 14:00 ás 15:30 – Oficinas – Jazz (Myller) Contemporaneo (Álvaro) 15:30 ás 17:00 – Oficina Hip Hop – Todos juntos


NOITE


19:00hs – ABERTURA COM A CIA DE DANÇA M-CEL 19:20hs – LOUVOR E ADORAÇÃO 20:00hs – Mostra de Arte 21:00hs – Palavra – Álvaro Leal




Tivemos como tema principal, o mesmo do seminário: Valentes de Davi.


Durante todo o evento, usamos este personagem que foi um homem segundo o coração de Deus, para trazermos para o nosso dia-a-dia de artistas homens e cristãos exemplos de como tratarmos nossos ministérios de forma correta.


Na primeira palavra, abordamos um paralelo, entre os ministérios de Saul e Davi, e a forma que cada um cuidou do mesmo. Percebemos que havia uma mesma promessa, uma mesma cena nas duas histórias. O que fez a diferença foi o que cada um fez com esta promessa.


Com essa introdução, abrimos para uma mesa redonda, com a participação de todos, e ali surgiram diversos assuntos, e dificuldades encontradas pelos homens dentro dos ministérios de artes.


Logo após partimos para a técnica masculina dentro de algumas modalidades. Para este seminário foram escolhidas as modalidades de ballet clássico, jazz dance, afro-contemporâneo e Dança contemporânea.


À noite, no encerramento do evento, fomos direcionados a uma palavra também fundamentada da história de Davi, voltada para o caráter valente.



Foi uma grande experiência para nós. Sabemos da importância de tratarmos dos assuntos ligados aos homens que trabalham com artes Cristãs, e que este foi o primeiro de vários eventos deste tipo.


Deus tem nos trazido uma visão, para consolidarmos este projeto e realizarmos este seminário dentro de festivais e congressos em nosso país.


Myller Araújo – Cia Impactus – Governador Valadares/MG


Mylleraraujo.wordpress.com


myllersouza@hotmail.com


impactuscideartes@gmail.com


@MyllerAraujo / @CiaImpactus



Álvaro Leal – Cia Kerigma – Vitória/ES


Alvaroleal.blogspot.com


Álvaro.b.leal@hotmail.com


@CiaKerigma



Alexandre – Cia de Dança Mcel – Duque de Caxias/RJ


ministeriodedancamcel.blogspot.com/


xadyart@hotmail.com


@XandyArt